E-commerce em 2021: Veja as tendências e previsões para o setor

A linguagem de programação se estendeu e se tornou um recurso valioso. E para ter um conhecimento básico é um recurso valioso dentro da modernidade instaurada.
Postado por Grupo Adapta em 11/05/2021
Compartilhe:
E-commerce em 2021: Veja as tendências e previsões para o setor

Nos últimos anos, estar presente na internet já era fundamental para grande parte das empresas. Em 2020, a necessidade de digitalização foi ainda mais evidente com a pandemia do novo Coronavírus e o isolamento social.

A transformação digital ficou ainda mais presente, e seus desdobramentos se ressaltaram e promoveram grandes mudanças. A inteligência artificial, o tráfego de bots e a área de desenvolvedor web se intensificaram e marcaram presença nas empresas.

A linguagem de programação se estendeu e se tornou um recurso valioso. E para ter um conhecimento básico é um recurso valioso dentro da modernidade instaurada. E dentro desse cenário, fazer um curso de python pode ser um bom diferencial.

Afinal, ter noção da linguagem de programação mais popular da atualidade pode te ajudar nas tomadas de decisões da equipe de TI dentro da empresa.

Com essas mudanças, o que podemos esperar para o e-commerce em 2021? Continue a leitura do artigo e descubra!

Pandemia e sua repercussão na economia

A pandemia afetou todos os setores da economia devido ao isolamento social, medida necessária para conter o avanço da doença. 

Com isso, muitas empresas que ainda não eram digitais se viram obrigadas a migrar para a internet para continuar no mercado.

O momento também incentivou a abertura de novos negócios. Segundo a PayPal, o número de lojas online cresceu 40,7% entre 2019 e 2020. 

Crescimento do e-commerce

O setor cresceu e o número de vendas também. A transformação digital foi uma forte aliada para impulsionar a digitalização em negócios de todos os nichos e porte. Se antes, vender online era opcional, em 2020 a presença na internet se tornou imprescindível!

Por outro lado, os consumidores também se viram na necessidade de recorrer ao ambiente virtual para realizar suas compras.

De acordo com dados da Neotrust, em 2020, 47% dos consumidores fizeram sua primeira compra online. Isso levou a um faturamento online de R$ 126 bilhões no ano.

Além das mudanças no método de compra, do físico para o virtual, também houveram mudanças nas formas de pagamento, com ascensão de contas digitais e pagamentos por Pix. Ambos impactam diretamente e-commerces e empreendedores!

Importância do atendimento ao cliente

Com o crescimento do tráfego no comércio online e também da concorrência, entender seu público-alvo e oferecer um atendimento personalizado são atitudes indispensáveis.

Há diversas maneiras de criar uma proximidade com o consumidor como programa de fidelidade e envio de brindes promocionais, por exemplo.

4 tendências para o e-commerce em 2021

Com tantas mudanças ocorridas em 2020, novas tendências são mapeadas. A boa notícia é que as expectativas são promissoras. O relatório da Neotrust estimou o crescimento do e-commerce em 18%.

Para aproveitar melhor esse mercado em expansão, não deixe de acompanhar as tendências:

#1 Shoppable

Trata-se de um conceito que proporciona um checkout descentralizado, também chamado de “Social Shop”.

Com isso, o consumidor poderá realizar compras diretamente de um post que vê nas redes sociais ou até mesmo enquanto assiste séries em uma plataforma de streaming, sem precisar sair dos aplicativos.

Resultado? Uma jornada de compra reduzida, aumento do alcance da marca e mais praticidade para clientes e empreendedores.

#2 Live Commerce

As lives realizadas nas mídias sociais foram um grande sucesso em 2020 e prometem continuar em alta, especialmente para marcas.

Esse tipo de conteúdo impulsiona vendas e permite promover produtos ou serviços, enquanto cria uma proximidade com o cliente. Além de gerar confiança, o que fortalece a imagem da marca.

Para essa ação, você pode investir na compra de seguidores reais para poder ampliar o alcance da marca e atingir maior audiência na live.

#3 Marketing de Influência

O público está cada vez mais cauteloso sobre em quem confiar e de quem comprar. Por isso, busca opiniões na internet para decidir se irá ou não efetuar uma compra.

Neste cenário, os influenciadores digitais se tornaram confiáveis e são muito relevantes para a formação de opinião do consumidor, já que estão presentes na jornada de compra de muitos internautas.

O Marketing de Influência já é uma forte tendência há algum tempo e continuará em alta em 2021. Ao investir nesta estratégia, você gera mais engajamento e ainda transmite credibilidade e autenticidade!

#4 Experiência 3D

Investir em maneiras de aproximar o online do offline ajuda a melhorar a experiência do consumidor no e-commerce.

Diversas marcas já aderiram a essa tendência e permitem que o cliente experimente produtos, de forma totalmente virtual, sem precisar sair de casa.

Investir em uma experiência 3D pode ser bastante vantajoso para as empresas, já que diminui a operação de logística reversa ocasionada por trocas e devoluções. Afinal, o consumidor irá realizar escolhas mais assertivas.

Essa tecnologia também aumenta a confiança do consumidor, tanto quanto ao processo de compra, como também em relação a sua empresa.

Fonte: Paula Moraes - Redatora

 

Whatsapp Logo Fale Conosco