Gestão de Mídias Sociais: dicas para se diferenciar nas Redes Sociais

Atualmente a competição das marcas por atenção e engajamento com seus usuários nas redes sociais está cada vez mais intensa.
Postado por Grupo Adapta em 26/01/2017
Compartilhe:
Gestão de Mídias Sociais: dicas para se diferenciar nas Redes Sociais

Atualmente a competição das marcas por atenção e engajamento com seus usuários nas redes sociais está cada vez mais intensa. O alcance orgânico de algumas redes sócias, em especial o Facebook, vem caindo a cada ano que passa e muitas marcas já buscam criar estratégias de conteúdos relevantes para atrair e promover o engajamento com seu público. Acertar no melhor conteúdo que possa ser do interesse de sua audiência é o principal foco de empresas que atuam, de forma estratégica, nas redes sociais.

É um fato que para as empresas terem sucesso em seus negócios, é necessário produzir conteúdos bastante relevantes. E para isso, é fundamental conhecermos o perfil e as motivações de nosso público-alvo. Pesquisas e observar atentamente o que os usuários comentam na rede, são duas formas básicas para conhecermos melhor nosso público.

A SurveyMonkey é uma das mais utilizadas por empresas que buscam conhecer a fundo o perfil de seu target, o que irá auxiliar no ajuste para suas mensagens e canais serem ideais para se conseguir resultados relevantes, sempre alinhando os canais e discursos de acordo com o público e metas. Fazendo um bom levantamento de como seu target se comporta será fundamental para a definição das melhores abordagens.

Cada rede tem a sua peculiaridade e públicos distintos, sendo que os principais são: Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest, Youtube, LinkedIn, Google+, SlideShared, dentre outros.

Entender o que motiva as pessoas a compartilharem um determinado post nas redes sociais foi o objeto de uma pesquisa realizada pela SurveyMonkey, em parceria com Social@Ogilvy. Esta pesquisa abarcou 16 países, incluindo o Brasil, e obteve respostas de mais de 6.500 usuários de redes sociais.

O Brasil tem um grande potencial para o desenvolvimento de conteúdos para redes sociais: 71% dos brasileiros compartilham informações que consideram interessantes, por meio de seus celulares, tablets ou desktops. Somos o terceiro país do mundo em compartilhamento nas mídias sociais. Os usuários de internet no Brasil gastam mais tempo online do que em outros países integrantes dos BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China). Segundo estudo da comScore, o Brasil é responsável por 10% do tempo total consumido globalmente em redes sociais.

A pesquisa também mostrou que os conteúdos que têm relação com a emoção das pessoas são os mais compartilhados pelos brasileiros nas redes sociais. Assim como o tipo de conteúdo compartilhado de acordo com a faixa etária. Jovens e adultos têm interesses e motivações diferentes para fazê-lo. Manter o contato com as pessoas é a razão para replicar algum conteúdo para 34% dos entrevistados acima dos 40 anos, enquanto apenas 15% das pessoas abaixo desta faixa etária fazem tal afirmação.

Algumas dicas podem fazer grandes diferenças na gestão de mídias sociais, por isso resolvemos citar algumas:

Faça conteúdo relevante para seu público. Conheça o perfil e motivações de seu target.
Não foque apenas em ternar o conteúdo um viral. O post poderá por si só ganhar tração e viralidade como consequência de um conteúdo relevante para seus usuários.
Mantenha-se leal ao DNA de sua empresa e marca (consistência e coerência são palavras nas quais você deve pensar com carinho e devem nortear suas ações).
É bom lembrarmos que o brasileiro gasta muito tempo online, navega muito nas redes sociais e adora compartilhar informações que são atrativas para eles. E também que o alcance orgânico está cada vez menor. Então cabe à empresa conhecer seu interlocutor e não apenas expor para ele suas ideias. Saber as potencialidades de cada rede social é taxativo para uma comunicação efetiva. O que as empresas têm que ter em mente é que estamos vivendo um momento em que é preciso dialogar com o internauta – ou seja, trocar experiências e informações de acordo com interesses mútuos.